O local se tornou uma verdadeiro "campo de batalha" após o antigo proprietário do hospital, o ex-deputado Luiz Sefer mover um processo contra a prefeitura para o fechamento da unidade de saúde.

Após a inauguração do primeiro pronto-socorro de Ananindeua, o prefeito Dr. Daniel (PSB) acusou membros do governo estadual e Luiz Sefer de tentarem fechar o prédio.

Algumas faixas tinham as seguintes frases: "Elenco de milhões e futebol de centavos", além dos famosos "Fora", para jogadores e diretoria.

A pista no sentido de saída de Belém está completamente bloqueada e o engarrafamento é grande. Moradores protestam contra uma reintegração de posse de um terreno que seria do deputado federal Antônio Doido (MDB), um dos empreiteiros que mais possui contratos milionários junto ao governo do Pará.

A manifestação tem como principal objetivo, segundo os organizadores, exigir o restabelecimento da democracia na UFRA.