PRF lança Operação Rodovida 2023/2024 e intensifica segurança viária no estado

Com o objetivo de desenvolver ações conjuntas e coordenadas, a operação abrange diversos setores responsáveis pelo controle, gerenciamento e operação do tráfego.

Foto: PRF

A Polícia Rodoviária Federal (PRF)  deu início, na última segunda-feira (18), à Operação Rodovida 2023/2024, em uma operação de fiscalização em conjunto realizada no km 20 da Rodovia BR 316, na UOP da PRF em Benevides. Com a presença de diversas instituições federais, estaduais e municipais, o evento marcou o início de ações integradas e conjuntas voltadas para a promoção da segurança viária durante o verão.

A Operação Rodovida tem como meta central reduzir os índices de sinistros, feridos e mortos nas rodovias federais, visando diminuir a violência no trânsito e seus impactos sociais. As ações, realizadas em todo o país, buscam criar um ambiente mais seguro nas estradas, promovendo uma convivência pacífica e responsável entre os usuários. Durante a operação, as forças policiais, órgãos governamentais e a sociedade civil atuarão de maneira coordenada e simultânea, concentrando esforços na redução da violência no trânsito e nos custos sociais associados.

Também participaram da operação de lançamento da Rodovida a ANTT, DNIT, Polícia Militar, Guarda Municipal e órgãos municipais de trânsito de Ananindeua, Benevides e Marituba. O Chef  estadual de operações da PRF, Inspetor Ivan, reforçou o compromisso conjunto na busca por soluções efetivas para os desafios da segurança viária, ressaltando a importância da colaboração entre entidades públicas e privadas na construção de um trânsito mais seguro e humanizado.

A OPERAÇÃO

O período que compreende as festas de Natal, Ano Novo e Carnaval é marcado pelo aumento do fluxo de veículos pelas rodovias federais para os mais diversos destinos. A estratégia da PRF durante esse período é garantir a segurança viária, o conforto e a fluidez do trânsito.

Dessa forma, a PRF vai ampliar a fiscalização, aumentar a presença e a disponibilidade dos policiais nas estradas e rodovias, em locais e horários com maior concentração de registros de sinistros. Serão feitas atividades de educação e fiscalização de trânsito, voltadas para as condutas de risco dos condutores e passageiros, como:

1) excesso de velocidade;

2) ultrapassagens proibidas;

3) uso de álcool;

4) descumprimento do tempo de direção dos motoristas profissionais;

5) transporte ilegal de passageiros;

6) não uso do cinto de segurança;

7) transporte inadequado de crianças em veículos automotores; e

8) utilização do celular pelos condutores;

O Rodovida é um programa que visa a preservação de vidas, com a essência daquilo que a instituição acredita: nenhuma morte no trânsito é aceitável e todos compartilham a responsabilidade de evitá-la.