Polícia Civil prende falso médico que atuava em Icoaraci

O suposto médico cobrava R$ 70,00, por consulta. 

Em Icoaraci, a Polícia Civil do Pará, por meio da Divisão de Investigações e Operações Especiais (DIOE) e da Delegacia Especializada em Investigação de Estelionato e Outras Fraudes (DEOF), prendeu em flagrante, na quinta-feira (4), um homem acusado pelos crimes do exercício ilegal da medicina e falsificação, corrupção, adulteração ou alteração de produto destinado para fins terapêuticos ou medicinais.

A equipe de policiais civis recebeu o dossiê, através do Disque Denúncia (191). A denúncia informava que um homem se apresentava como médico e realizava os atendimentos nos fundos do imóvel, onde foi encontrado um estoque de medicamentos. O suposto médico cobrava R$ 70,00, por consulta. 

“A equipe iniciou as investigações e passou a monitorar o alvo e, nesta quinta-feira, realizou campana no local. Foi identificado um fluxo anormal de pessoas entrando e outras saindo da suposta clínica com um papel em mãos e sacos plásticos com medicamentos”, relatou o delegado Gustavo Amoglia

Os agentes da PC entraram no imóvel no momento que um idoso se identificou como paciente, e recebia atendimento do suposto médico. Ao solicitar a identificação de médico, o suspeito afirmou que não tinha. 

No local, foram encontrados muitos medicamentos, inclusive tarja preta. Além disso, diversas ampolas de antibióticos, seringas, receituários de medicamentos diversos etc. Os medicamentos estavam armazenados de forma totalmente inadequada. Todo o material foi apreendido e o preso encontra-se à disposição da justiça.

Leia também: