A decisão judicial veio ao encontro do desejo da população de Ananindeua, onde na manhã desta segunda-feira (08) ocorreu uma manifestação em frente ao Pronto Socorro, onde os presentes expuseram faixas e cartazes pedindo que o hospital fosse reaberto e cobraram respeito por parte do governador Helder Barbalho (MDB), apontado como o principal responsável pela articulação política contra a gestão do prefeito Dr Daniel Santos (PSB), que deixou o MDB recentemente e depois disso vem tendo que enfrentar uma série de retaliações.

A falta de transparência do governo do Pará e da ALEPA já foi pauta em outras matérias deste portal, mas dessa vez causa estranheza que seja a empresa contratada que tenha que tomar providências para tentar explicar a contratação multimilionária feita pelo Governo do Pará, através da SEDUC.

Deputados estaduais aprovaram mais um empréstimo ao governo do Pará, dessa vez da soma de 1,3 bilhão de reais.

Em uma apuração jornalística exclusiva, apuramos junto à dirigentes partidários o que levou à filiação da secretária estadual de Cultura ao partido de Celso Sabino (União Brasil) para concorrer como vice de Igor Normando (MDB) à prefeitura de Belém, mesmo depois dela ter sido do PSOL, partido do atual prefeito, Edmilson Rodrigues, que patina nas pesquisas.

Na noite da última terça-feira (14), a Prefeitura de Belém apresentou o ambicioso projeto do Programa de Macrodrenagem da Bacia Hidrográfica do Mata Fome (Prommaf) no Gabinete Municipal. Com um investimento total de R$ 300 milhões, a iniciativa promete trazer melhorias significativas para mais de 100 mil moradores dos bairros da Pratinha e do Tapanã, em Belém.

Ursula Vidal está filiada ao União Brasil e pretende ser vice de Igor Normando.

Em seu último ato de hostilização política, Helder revelou que o governador do Pará está longe de ser um estadista. Empenhado em revelar sua verdadeira face autoritária, ele foi até Ananindeua, nesta sexta-feira (10), anunciar a Ordem de Serviço para a construção de dois viadutos no município e não convidou o prefeito e nem sua esposa, Alessandra Haber (MDB), a deputada federal mais votada nas últimas eleições de Ananindeua e do Pará, em 2022 e que faz parte do partido que é controlado pela família Barbalho.

Durante a assinatura da ordem de serviço para a construção de uma ponte sobre o Rio Guamá, na PA-127, no município de São Domingos do Capim, o governador do Pará, Helder Barbalho (MDB), fez uma declaração que gerou polêmica e está dando o que falar nas redes sociais. Em um palco montado para o anúncio, com a presença de diversos políticos aliados, Barbalho afirmou, em tom agressivo, que "depois de deixar o poder, não poderá deixar o estado na mão de um aventureiro".

A disputa pela Prefeitura de Ananindeua tem prejudicado a população e todos que precisam sair ou entrar na região Metropolitana de Belém. Hoje, o trânsito na BR 316 foi interrompido por um protesto supostamente encomendado por políticos de oposição ao prefeito.