Testemunhas relataram que Almir era homossexual e vivia com outro homem, que não estava presente quando o corpo foi encontrado

De um lado, pessoas ligadas ao professor, acusado de ter praticado o estupro dizendo que a vítima, a criança de apenas 11 anos apresentava comportamento inadequado e que está acusando falsamente o educador pelo crime. De outro, a população que espera justiça e que o caso seja definitivamente esclarecido.

O professor ministrava aulas para estudantes de estética automotiva no local quando foram surpreendidos por indivíduos armados.

Segundo ralatos de testemunhas, a vítima era professor de matemática em uma escola particular.

O homicídio contra o professor teria sido praticado pelo investigado em janeiro deste ano, no município de Igarapé-Miri.